Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Esquerda marxista

Fundada em 2007, é uma organização trotskista, seção brasileira da CMI (Corrente Marxista Internacional), fundada por Ted Grant e Alan Woods, que combate pela construção de uma Internacional revolucionária marxista de massas, pela reconstrução da 4ª Internacional sobre a base do seu programa de fundação, o Programa de Transição, como uma tendência do movimento operário internacional. Os fundadores brasileiros da Esquerda Marxista vieram da escola lambertista e fizeram parte no passado da OSI (Organização Socialista Internacionalista) e da Liberdade e Luta (organização estudantil fundada em 1976). Romperam com o PT em 2014/2015 e pediram ingresso no PSOL, que só foi aceito em 2017. A Esquerda Marxista ficou conhecida no Brasil principalmente por impulsionar o Movimento das Fábricas Ocupadas, que coordenou a ocupação de dezenas de empresas (dentre elas a Cipla, a Interfibra e a Flaskô) por seus próprios trabalhadores, que geriam as mesmas enquanto lutavam por sua estatização sob controle operário. Entre a juventude impulsionam a Liberdade e Luta, fundada em 2016 com o mesmo nome de sua predecessora dos anos 1970.